Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

A nova primeira-dama do Brasil e o importante papel a exercer sobre a nação

3748790191-michelle-bolsonaro

Michelle Bolsonaro pode levar o Brasil a clamar e jejuar por sua restauração.

“… Pois, quem sabe se não foi para tal tempo como este que chegaste ao reino”.(Ester 4:14).

Durante mais de 30 anos, muitos de nós, brasileiros, oramos para termos um presidente que valorizasse as Escrituras Sagradas, que aceitasse ser abençoado por pastores, que fosse um homem de Deus. Creio que o nosso clamor foi respondido e Deus nos surpreendeu, dando muito mais do que isso.

Além de nos dar um presidente cristão, temente ao Pai, que cita a Palavra e que logo após sua vitória nas urnas, agradeceu com uma oração, o Senhor nos presenteou também com uma primeira-dama cheia do Espírito Santo.

Michelle Bolsonaro é uma mulher simples, temente a Deus, que tem prazer em servir ao Senhor – dentro e fora de sua igreja. Prova disso é que em entrevista recente à Rede Super, a nova primeira-dama falou sobre o seu ministério evangelístico com portadores de deficiência e também o seu desejo de fazer missões pelo sertão nordestino.

“Minha mãe sempre me ensinou que a gente não deveria negar água nem comida para ninguém. Desde pequena, ela falava isso para a gente”, contou. “Há um tempo atrás eu comecei a pensar neles [sertão nordestino] com muito carinho e eu comecei a conversar com o Senhor: ‘Pai, se o Senhor me der condições, um dia eu quero ajudar essas pessoas’. E às vezes a gente vai lembrando, né? Deus é muito detalhista”.

“E eu fiz um trato com o Senhor no ano passado. Eu falei: ‘Senhor, se o Senhor permitir que o meu marido comande esta nação, eu quero fazer a diferença’, porque são palavras dele também. Se não for para fazer diferença, que o Senhor não permita. Então eu tenho certeza que tudo tem a mão do Senhor”, acrescentou.

Michelle também jamais escondeu de ninguém que deposita sua fé completamente em Jesus Cristo. Nas próprias imagens transmitidas pela TV, em que a família e amigos de Jair Bolsonaro celebra a vitória do presidente eleito, foi possível ouvir Michelle e vários outros que estavam presentes glorificando a Deus pela conquista.

A percepção que tenho sobre este cenário é que antes de levantar um presidente, Deus levantou uma esposa cristã. Isto faz toda a diferença em todo o cenário nacional, porque segundo Provérbios 14.1, “A mulher sábia edifica a sua casa”.

A nova primeira-dama tem se empenhado em levar seu marido, Jair Bolsonaro para a igreja, em estimulá-lo à leitura bíblica, fazer suas orações e é justamente a formação desta base sólida dentro do lar da família Bolsonaro que irá refletir no Brasil de forma geral, por meio do governo do nosso presidente.

Michelle e Ester: O clamor de duas mulheres por suas nações

Em toda a história da humanidade vemos mulheres sendo usadas por Deus para chamar o Seu povo e exortá-lo para retornar à adoração sincera e resgatar os princípios e valores por Ele estabelecidos. Vendo este novo capítulo da história de Michelle Bolsonaro sendo escrita, me lembrei da personagem bíblica Ester, que resgatou o povo de Israel das mãos do tirano príncipe persa Hamã. Agora, o Brasil se vê diante de uma possibilidade de viver um momento parecido, espiritualmente falando.

Ao saber que Mordecai – servo de Assuero – não se curvava para adorar a imagem do rei, Hamã se enfureceu e decidiu, não apenas matar o servo, como também exterminar todo o povo judeu. Para conseguir cumprir este plano maligno, ele foi até o rei o envenenou Assuero contra o povo hebreu, alegando que eles não obedeciam as ordens do reino da Pérsia. Conseguindo a autorização real, Hamã decretou a morte de todos os hebreus no dia 13 do mês de Adar (12º mês).

Então a rainha Ester pediu ao rei Assuero, seu marido, que poupasse seu povo de ser aniquilado. “Se posso contar com o favor do rei e se isto lhe agrada, poupe a minha vida e a vida do meu povo; este é o meu pedido e o meu desejo”, disse a rainha (Ester 7.3).

O rei atendeu ao pedido de Ester livrou o povo hebreu da condenação, ordenando também que Hamã morresse na forca de mais de 20 metros que o próprio ministro havia mandado construir para enforcar Mordecai.

Marco espiritual

Creio que a nossa nação se tem vivenciado momentos semelhantes aos dias de Ester, no âmbito espiritual. Estávamos condenados à total aniquilação devido a um verdadeiro desgoverno durante os 16 anos que Partido dos Trabalhadores e sua chapa esteve no poder. Mas agora, vemos um a esperança de um futuro melhor se descortinar diante de nossos olhos.

A eleição do nosso presidente Jair Bolsonaro traz consigo ares de mudança, rumo a um governo que pode restaurar o nosso patriotismo, autoestima e, sobretudo os valores da Família e a importância da fé.

Tenho certeza de que Bolsonaro não está sozinho, pois conta com o apoio de sua família, sobretudo de sua esposa, Michelle, que eu acredito ter um papel espiritual relevante sobre a nossa nação, pois junto a um grande homem sempre está uma grande mulher, lhe dando todo o suporte necessário.

Como uma mulher sábia que edifica o lar, Michelle sempre foi uma boa influência para sua família, especialmente para seu marido. Sempre o estimulando a frequentar a igreja, orar, ler a Bíblia e conservar os valores cristãos, ela não pensou duas vezes quando teve a oportunidade de defender seu marido das acusações injustas que recaíam sobre ele.

“Ele é taxado como racista e 1 dos melhores amigos dele a 20 anos atrás é o Hélio Negão. Ele é taxado como fascista, como homofóbico e nós temos amigos gays, eu tenho 1 primo que é gay. Ele é taxado como misógino e ele é casado com quem? Com uma filha de cearense [sic]. Eu tenho certeza que Deus está dando essa oportunidade para o Brasil conhecer o Jair de verdade”, disse ela em entrevista para a rede Record, exibida logo após a vitória de Bolsonaro no segundo turno.

Michelle não hesitou em defender o seu marido porque mais do que nós, ela sabe quem ele realmente é. Um homem pode usar máscaras fora de casa, mas não consegue mantê-las por muito tempo em seu próprio lar.

Propósito

Antes mesmo da posse de seu marido como presidente, Michelle entendeu que há um propósito de Deus em tudo isso e não esconde o seu desejo de estar cada vez mais engajada nas obras do reino.

Em outro depoimento, a primeira-dama expôs os seus planos de levar a Palavra de Deus àqueles que ainda não conhecem o Evangelho.

“Não faço ideia de como será, mas tenho muito desejo no coração, muita vontade e muito amor para lutar pelo que eu acredito. Para lutar pelas pessoas com deficiência, pela comunidade surda, para fazer missões no Sertão — é algo que minha mãe colocou no meu coração quando eu era pequena”, revelou ela na entrevista.

Como Ester, Michelle Bolsonaro pode se tornar uma mulher que, pelo exemplo de humildade e devoção demonstrado, levante sua nação a clamar ao Criador pela restauração do nosso povo, exortando em amor e fazendo um chamado à importância da oração e leitura da Palavra.

Convoco nesta ocasião, o povo de Deus a orar pela nossa nova primeira-dama, Michelle e pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, para que Deus os guie, os abençoe e os guarde, colocando em seus corações o desejo de ver o Brasil se reerguendo de um período dolorido, marcado pela corrupção e doutrinação ideológica.

Eu creio, que assim como Deus levantou a rainha Ester, Deus também levantou a nossa primeira-dama para neste tempo ser um instrumento de Deus para nossa nação.

Que Deus abençoe Michelle, que Deus abençoe Jair, que Deus abençoe o Brasil.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe seu comentário:

Rádio Metanoia Hits

Curta no Facebook

APP ANDROID

contador de visitas